Depois de perder muito tempo procurando como fazer essa atividade simples, resolvi postar pois estava dificil de encontrar uma explicação descente.

Primeiro vamos a estrutura de exemplo

$ svn st
? project/trunk/target
? project/trunk/myfile.x

1 – primeiro configuro um editor de texto, no meu caso vim
export SVN_EDITOR=vim

2 – “svn propedit svn:ignore project/trunk/” vai abrir um novo arquivo e simplesmente digita “target” que é o diretorio que eu quero ignorar salva e funciona!

 $ svn st
? project/trunk/myfile.x

Obrigado.

Desde que comecei a usar o vim direito, e olha que tive que estudar bastante para aprender direito, acho que não tem mais volta para ides como eclipse,intellij ou netbeans, ja usei os 3 e cheguei a uma unica conclusão “lento”, fora que o poder de customização e manipulação de texto no vim eh absurdo então nao tem como comparar, se você lembrar que escreve texto o dia todo no meu caso foi tanto para java,groovy ou clojure e nesse post vou mostrar como usar ele como sua ide clojure, abaixo segue o video em português demonstrando e logo em seguida os links.

Janus :  https://github.com/carlhuda/janus opcional para clojure,
* Navegacao nos diretórios
* Ctrl p – para procurar arquivos

Plugin lein swank: https://github.com/technomancy/swank-clojure/tree/master/lein-swank
Slimv: http://www.vim.org/scripts/script.php?script_id=2531
Rainbow Parentheses :https://github.com/kien/rainbow_parentheses.vim

Principais comandos
,c – open repl
ctrl w – change buffer
,d – evaluate expression
,s – source

 

Ola gente faz um tempo que não blogo, mais em breve voltarei com novidades por hora, eu trago essa diga, assinei o englishtown e eu estava usando um mac air com montain lion, até ai tudo bem  mais eu resolvi remover esse sistema operacional tosco para pessoas leigas e usar um sistema operacional de desenvolvedor, resultado depois de ligar o OSX  usava 1900mb de ram, com ubuntu eu tenho um sistema operacional muito melhor e ocupando incríveis 450mb de ram.

O ganho de performasse foi absurdo. Porém inesperadamente o reconhecimento de voz parou de funcionar no englishtown, quando eu clicava ele tentava baixar um .exe, mais pensei comigo mesmo, no mac não tinha nenhum client e ele usava flash? vi em algum lugar da internet que a englishtown tem rabo preso com a microsoft de alguma maneira.

Depois de pensar um pouco e ver que não tinha sentido em não funcionar no linux, fiz um teste apenas mudei o user agent no meu navegador com o user agente do mac da minha namorada e ridiculamente funcionou, fiz aulas de conversação e os exercícios que exigiam reconhecimento de voz. Concluindo a empresa Englishtown ridiculamente excluindo todos os usuarios linux de forma forçada, é triste ver essas atitudes mais vamos a solução:

1 – Usando o navegador google chrome voce deve adicionar  a extensão “User-Agent Switcher for Chrome”, ou por esse link https://chrome.google.com/webstore/detail/user-agent-switcher-for-c/djflhoibgkdhkhhcedjiklpkjnoahfmg ou indo ate https://chrome.google.com/webstore/ e procurando por “User-Agent Switcher for Chrome” quando conseguir vai aparecer esse icone um papel de oclus

Imagem

clique nele e escolha settings

2 – Voce deve usar esse user agent “Mozilla/5.0 (Macintosh; Intel Mac OS X 10_8_4) AppleWebKit/537.36 (KHTML, like Gecko) Chrome/27.0.1453.93 Safari/537.36″ conforme o print, escolha um nome no meu caso mac, coloque o useragent e escolha uma sigla coloque EF no caso

Imagem

E quando for usar o englishtown deve ativar o useragent clicando no icone do papel com oclus >  chroome > e o nome que voce escolheu no meu caso “mac”. Como pode ver na imagem, o ícone mudou e agora ta com a sigla EF mostrando que esta ativado agora o curso finalmente  vai funcionar normal. (Obs você tem que ter o flash funcionando e obviamente o microfone também.)

Imagem

Outra coisa é que recomendo quando não estiver usando o englishtown você voltar para o user agente normal , pois reparei que tem sites como o gmail que parece que ficao doidos e travam quando voce faz essa mudança de user agent, para voltar  é o mesmo procedimento mais voce deve clicar no icone do plugin chrome > default

Espero que ajude, pois quando aconteceu comigo não achei nada na internet sobre como usar com linux.

Ate a proxima. siga @marinhodev

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 586 outros seguidores